4 dicas para se motivar em janeiro como freelancer

Eliza Rinaldi dá 4 dicas para se motivar em janeiro como freelancer

Já estamos na segunda semana de janeiro e para muitos, a euforia das nossas metas profissionais para 2020 já passaram, e somos obrigados a achar nossa própria motivação. Combine isso com o fato do que janeiro é um mês devagar para negócios, particularmente no mundo freelancer, e terá uma receita para frustração e falta de motivação.

 Na semana passada eu estava me sentindo desmotivada, com autoestima baixa e com uma sensação de síndrome de impostor no meu trabalho.

Quando tentava fazer sentido das minhas anotações de dezembro, parecia como se estivesse falando outro idioma em 2019, e eu comecei a ficar resignada que a única alternativa era entregar os pontos até o final de fevereiro, pois o carnaval está logo ali!

Mas esta atitude só perpetuou meu senso de fracasso e autoestima baixa, então ao invés de desistir, eu procurei entender de onde veio essas dúvidas e falta de confiança e como lidar com isso.

Eliza Rinaldi posa em frente a uma parede com tijolos com uma camisa branca, saia e uma bota branca.

1. Aceitar que você está fora da rotina e aproveitar:

Com o Gael de férias e o trabalho devagar em janeiro, eu resolvi abraçar as mudanças de rotina. Sem precisar acordar e sair correndo para deixar o Gael, eu estou aproveitando para treinar um pouco mais tarde, e inverter a ordem das minhas atividades de acordo com as possibilidades de ajudar com o Gael. Ao invés de ficar estressada quando não consigo trabalhar, estou usando o tempo para levar ele fazer atividades e brincar com ele, o mais importante de tudo: e ficar agradecida que tenho um trabalho que permite esta flexibilidade. Até levei o Gael para o Rio para mudar o cenário, e enquanto eu trabalho durante o dia, ele está curtindo um curso de férias. Estou ciente de que não é todo mundo que tem essa possibilidade, mas estou feliz de ter tomado essa decisão.

2. Definir metas por semana, não pro ano inteiro:

Metas grandes são fundamentais para definir nossos objetivos e onde queremos chegar, mas quando enfrentadas com uma falta de motivação, metas pontuais de curto prazo são muito mais fáceis de engolir. Ao invés de tentar começar a implementar seus objetivos grandes de cara, fazer um breakdown daquilo que você quer alcançar cada semana. Como mandar 3 propostas e pesquisar 3 tendências por exemplo.

Eliza Rinaldi olha para baixo, está em frente a uma parede com tijolos com uma camisa branca, saia e uma bota branca.

3. Utilizar este tempo para projetos de organização

Quando você estiver com problemas em começar o trabalho, aproveitar o tempo para organização. Atualizar sua lista de parceiros/clientes. Arrumar sua mesinha de trabalho, fazer uma planilha das suas contas. Organizar seus arquivos no computador, todas as coisas que você pretende fazer durante o ano, mas nunca encontra o tempo! Você vai se sentir mil vezes mais organizada e a motivação vai começar a fluir, te garanto!

4. Planejamento estratégico

Pode parecer contraditório com aquilo que eu falei acima, mas momentos em que não estamos nos sentindo afim de escrever um montão de texto (no meu caso) são ótimos para nos afastar do dia-a-dia e reavaliar nossos metas e planos de longo prazo, se puder rever seus objetivos no ano passado, você os alcançou? Por que não? Você ainda quer as mesmas coisas? Suas ações refletem estes objetivos? Se não, por que? Pense nos passos práticos etapa por etapa que você precisa fazer para chegar onde quer, e não tenha medo de pensar fora da caixa.

Seguindo estas dicas, tenho certeza que você vai ficar bem mais motivada, rápido! Se tiver mais dicas, não deixe de me falar nos comentários!

Agora, quer dicas para proteger sua energia e seu processo criativo?

More from Eliza Rinaldi

5 exposições sobre moda de destaque no exterior em 2017

A linha entre moda e arte está cada vez mais borrada. Acabaram...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *