“Como cortar cabelo”: histórias da quarentena

A frase “Como cortar cabelo” atingiu um número recorde de pesquisas no google nas últimas semanas, e faz sentido! A maioria de nós estamos em casa, mas isso não significa que os nossos fios parem de crescer, e como em muitas coisas nesta quarentena, sem opção de terceirizar, estamos tomando as rédeas em nossas próprios mãos! Até eu arrisquei levar a tesoura ao cabelo do Gael e o processo foi surpreendentemente libertador!

Cabelo é algo intrinsecamente ligado à percepção da mulher e feminilidade e até cortar o cabelo pode se tornar muito mais do que apenas arrumar as pontinhas.

Falamos com quatro mulheres que cortaram o próprio cabelo na quarentena

E seus lindos depoimentos contam histórias de empoderamento, solidariedade, desapego e quebra de paradigmas! Obrigada por compartilhar com a gente! Vocês são fodas!

Ana Paula Gaspar

@anapula

Eu cortei o meu cabelo curto no começo de 2016. Eu sempre tive cabelo grande e fazia muitos processos químicos pra deixar liso, apesar de já ter usado o cacheado em algumas fases da vida. Quando eu cortei o cabelo curto era uma espécie de desejo de expressão muito forte de deslocar a minha feminilidade pra outros aspectos como a força interna e autoconfiança não apoiada em estereótipos. Enfim, eu me sentia um Sansão ao contrário, rs

Sentia que, ao cortar o cabelão que representava, em alguma medida, insegurança com a minha aparência, iria me sentir mais segura. E funcionou. Foi bem importante pra mim e pra construção da minha subjetividade a partir dali.

As dimensões objetivas também foram um ganho enorme, muita praticidade, menos dinheiro em mil produtos de beleza e uma leveza enorme.

Em junho de 2018 conheci meu marido, o Daniel. Ele tinha uma máquina de cortar cabelo em casa e já cortava a barba dele e o cabelo do pai em casa.

Assim que começou a quarentena, eu já estava com o cabelo enorme. Ele cortou uma vez. Na segunda vez (meu cabelo cresce MUITO) ele também já estava muito cabeludo, então eu cortei o dele também.

Resumindo, durante a quarentena, ele já cortou meu cabelo duas vezes e eu cortei o dele uma. O cabelo perde o corte com a máquina, mas prefiro bem baixinho, amo passar a mão na cabeça raspadinha, rs

Ana Paula está com o cabelo recém raspado e podemos ver os pedacinhos de cabelo em sua testa e ombros. Seu marido beija sua bochecha.

Eu acho muito gostoso fazer esse tipo de coisa em casa. É bem gostoso ser cuidada pelo marido, além disso, tem uma afirmação importante da minha hipótese de não apoiar minha feminilidade no cabelo longo e receber apreciação da minha escolha do meu parceiro. Falo isso porque o dia que fui cortar o cabelo curto, o cabeleireiro me perguntou se eu tinha brigado com o namorado ou coisa parecida. Que era muito comum mulheres mexerem na aparência pra afetar os companheiros, pois é comum ter parceiros que exercem uma influência bem tóxica na aparência das mulheres. Pra mim foi bem libertador!

Ana Paulo posa para foto com seu marido e uma parede branca com luzes e plantas.

Além claro, de conseguir manter a rotina de cuidados em casa sem precisar quebrar as regras de isolamento social.

Natalia Welter

@surtadanamaternidade

Então, eu já estou indo para o terceiro corte de quarentena, haha! Sempre gostei de mudar, principalmente quando passo por grandes transformações, como foi agora, perdi meu pai 1 mês antes de começar a quarentena! Eu estava trancada em casa já há uns 15 dias quando resolvi fazer um side cut, aquele cabelo raspadinho na lateral. Como estava na minha irmã, tinha maquinha e tesoura boa, se continuasse lá, já estava careca! Na hora deu pavor, mas lembrei que cabelo cresce e foi tranquilo! Agora está crescendo, quando chegar nuns 10 cm, vou cortar pixie… Vai ser louco! Há 6 anos que uso cabelos curtos, no máximo até os ombros… Quando cresce muito, parece que vou deixando de ser eu.

Natalia está com o cabelo castanho com mexas loiras, raspado na lateral. Ela está de batom vermelho e um top de couro.

Aí ontem eu estava louca… Cortei a franja e quase cortei o cabelo todo, mas como só tenho tesoura escolar em casa, desisti, Hahahha! Vou pedir uma tesoura pela tele, daí ninguém me segura!

Tem vídeo do corte sidecut no meu insta @surtadanamaternidade

Natalia está com franja, segura uma taça de vinho em uma das mãos e veste uma camiseta curta dos Beatles.

E é isso… Cabelo cresce! Nunca tive apego e se puder dar uma dica de ouro, é doar cabelos para confecção de perucas para pacientes em tratamento de câncer! Sempre deixo meu cabelo crescer até o comprimento que seja possível doar! Um ato simples mas que faz pessoas felizes ❤️

Karin Sasaki

@karin_sasaki

Estava deixando meu cabelo crescer para doar para essas organizações que fazem peruca para criança com câncer, já doei outras vezes.

Eu lavo meu cabelo todos os dias porque é oleoso e deixo secar sozinho pq eu detesto secador rsrs mas com essa pandemia fiquei com receio de ficar com cabelo molhado etc.

Então decidi que ele mais curto seria mais fácil, pedi ajuda da minha mãe (que está na quarentena comigo já) e que quando era criança já cortava, às vezes, nosso cabelo (meu e da minha irmã ) e no melhor estilo “tigela”. Rsrs
Mas na atual situação a única opção era ou ela ou eu rsrs então optei por ela.

Não pude cortar o suficiente para doar, cortei um belo palmo mas deixei uma margem de segurança caso precisasse arrumar no salão quando o isolamento social acabasse! rsrs Achava que seria logo (quanta ingenuidade!).

Mas deu tudo certo o corte, ficou bom até meio repicado na ponta (como já era) na altura do ombro. No final salvaram-se todos rsrs e Fiquei bem feliz com o resultado!

Charlene Signori

@cha.corti

Nesta quarentena todos nós fomos chamados à oportunidade de nos conhecer e nos reinventar em diversos aspectos.

Para mim o principal chamado é o da Empatia. Neste momento precisamos pensar em todos, como o coletivo que somos e fazer o nosso melhor para que tudo isso passe logo e fiquem bons aprendizados.

Seguindo nesta linha, decidi por cortar meu próprio cabelo. Claro que foi uma pequena reparação, necessária para passar um tempinho, lembrando que todos os profissionais são importantes para a sociedade e nada substitui o trabalho de um profissional da área, não é mesmo?!

Eu estava com um corte Long Bob, o qual já vinha usando desde meados do meio do ano passado e eu já estava um pouco enjoada do corte. Então decidi que precisava de uma franja (risos), na altura do queixo, nem longa, nem curta.

Charlene é loira e tem os cabelos abaixo do ombro.

Comecei penteando bem o cabelo e demarcando a área da franja, bem como a quantidade de cabelo.

Alinhando as pontas do cabelo e puxando para frente fiz o corte da franja.

Após o corte da franja, penteei o cabelo novamente para a lateral para retirar aquele efeito do bico do Long Bob e ajustei as pontas, dividindo o cabelo da parte de trás da cabeça e passando pra frente, do lado esquerdo e do lado direito. Tirei as pontas, me assegurando que estava bem alinhado.

E foi isso. Gostei muito da experiência, além de ter contribuído nesse momento.

Tags from the story
,
More from Eliza Rinaldi

Como usar corretivo nas olheiras? 6 Dicas infalíveis para cobrir olheiras

Olheiras, quase todo mundo tem e ninguém quer! Joga “Como cobrir as...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *