Mulheres Negras e suas invenções que Revolucionaram a Humanidade

Todas nós sabemos que não vivemos em um mundo igualitário e a maneira como contaram ou emitiram nossa história tem grande responsabilidade nisso. 

Mesmo com todas as dificuldades e opressões escolhemos resistir e continuar escrevendo nossa própria história. 

Hoje comemoramos o dia consciência negra então, resolvi compartilhar a contribuição e a revolução de algumas dessas mulheres. 

Desafiando todas as probabilidades, o racismo e a falta de oportunidade, as mulheres negras deixaram um brilhante legado para a ciência e sociedade. 

Tecnologia 3D

A física e analista de dados da NASA, Valerie Thomas foi a grande inventora da tecnologia 3D

Seus estudos sobre espelhos côncavos, a levaram à criação da revolucionária tecnologia, que é idolatrada pelos amantes do cinema de todo o mundo.

Além disso, ela gerenciou o programa Landsat, que produzia milhões de imagens da Terra.

Condicionador

Devido a dificuldade em cuidar do seu próprio cabelo, a norte americana Madam C. J. Walker criou uma linha de cosméticos especializados em cabelos afro, se tornando a primeira negra dos EUA a enriquecer por conta própria. 

Sua história e seu legado, está disponível na Netflix, na série Self Made.

Babyliss

A Cabeleireira afro americana Theora Stephens marcou para sempre a Indústria Capilar, quando em 1980 patenteou “um ferro de prensagem e ondulação eficiente” hoje em dia conhecido como babyliss.

Escova de Cabelo

Em 1898 a cabeleireira Lyda D. Newman foi responsável por aprimorar e patentear a escova de cabelo. Feito com cerdas sintéticas, possuía design de fácil higienização, bem similar ao que usamos hoje em dia.

Absorventes

Esse item essencial para as mulheres, foi patenteado em 1956 por Mary Beatrice Davidson Kenner. 

Porém, ela nunca chegou a receber qualquer lucro sobre sua criação, pois sua patente logo expirou e se tornou domínio público. 

Vinda de uma família de inventores, ela também criou o suporte de rolo para papel higiênico.

 Tratamento de Catarata

Depois de trabalhar no Hospital Harlem e descobrir que os afro-americanos sofrem muito mais de cegueira do que os brancos, além de terem oito vezes mais chances de desenvolver glaucoma, a oftalmologista Patricia Bath encontrou uma solução para a catarata, doença que pode levar a cegueira. A partir da criação do tratamento Laserphaco Probe a médica pioneira concebeu o protocolo no início dos anos 1980 e se tornou a primeira médica afro-americana a receber uma patente para fins médicos

Tábua de Passar Roupa

Devido a dificuldade em passar blusas e vestidos, em 1982 Sarah Boone, uma costureira afro-americana, foi a responsável por aprimorar a estrutura da tábua de passar roupas. 

A fabricante de vestidos desenvolveu um modelo que era curvo, estreito e feito de madeira e obteve patente pelo aperfeiçoamento da tábua de passar roupa. Apesar de pouca evidência histórica que ela tenha se beneficiado de sua invenção, o protótipo de Sarah se tornou um item indispensável.

Aquecedor Central

Em 1919, Alice H. Parker inventou um aquecimento central para casas e edifícios inteiros que usava gás natural em vez de carvão ou lenha.

Sua ideia revolucionária, permitiu que as pessoas mantivessem suas casas aquecidas sem precisar usar uma lareira. Além disso, norteou a criação dos elaborados sistemas de aquecimento que pessoas de países nórdicos usam atualmente, principalmente durante o inverno.

Alarme Domiciliar

Enfermeira em tempo integral, Marie Van Brittan Brown se sentia insegura em sua casa devido ao aumento da criminalidade. Para proteger sua casa e seus pertences, ela inventou um sistema que tinha de tudo um pouco: câmera, monitores, microfone bidirecional, olho mágico e até um botão de alarme que chamava imediatamente a polícia.

More from Marina Simão

Will Smith: ‘Racismo não está piorando, está sendo filmado’

Diante de tantos acontecimentos, nosso gatilho foi ativado. Será o começo de...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *