Encontro virtual – Amor nos tempos do Covid

Foto mostra mulher usando máscara em um encontro virtual no notebook, com homem também usando máscara

Se você já ficou solteira em algum momento nos últimos cinco anos, há probabilidade de você ter experimentado uma vez ou outra os aplicativos de relacionamento. Desde o início das medidas de restrição, serviços como Tinder, Bumble e Happn têm atraído mais gente. Mas agora o foco é diferente, ao invés de correr para marcar o encontro presencial, há o encontro virtual e mantém-se o relacionamento online.

Se antes os affairs eram formados em baladas, bares ou rodas de amigos, agora neste contexto em que o contato físico não é permitido, as alternativas digitais ajudam a impulsionar a vida amorosa e a sair do tédio.

Embora uma parte das pessoas não esteja necessariamente interessada em namoro, uma forma de compensar o isolamento social, é recorrer à tecnologia para não deixar suas vidas amorosas paradas.

Amor em tempos de pandemia

As facilidades dos aplicativos e as dinâmicas criativas de seus usuários, vem esquentando os primeiros encontros virtuais e reacendendo a paixão nos tempos da pandemia.

Mesmo com o crescimento do uso dos aplicativos, muitas pessoas ainda têm receio de encontrar seu crush virtualmente.

A Kelly teve seu primeiro encontro virtual e nos contou como foi essa nova experiência:

“O encontro virtual foi ideia do boy, então decidimos o dia da semana e o horário que fosse bom para ambos. Para o encontro parecer o mais real possível, pedimos comida e bebemos vinho.

Geralmente quando temos um date, é natural ficar um pouco nervosa, rola aquela ansiedade e expectativa em ir até o local e em encontrar a pessoa.

No encontro virtual o fato de estar em casa, confortável e sem tanta pressão, percebi que me deixou menos ansiosa e a conversa fluiu melhor. Super rolou aquele friozinho na barriga do primeiro date, porém depois de uns 20 minutos conversando, eu já estava totalmente relaxada e pude ter uma conexão com ele, mesmo que virtualmente.

O fato de não ter tido contato pessoalmente foi indiferente, pois é o que dá para ser feito no momento. No geral, foi uma ótima experiência e com certeza irei repetir. Super recomendo!”

Você curtiu a ideia, mas ficou sem inspiração? Não se preocupe!

Separamos dicas para o primeiro encontro virtual:

  1. Arrume um espaço na casa que seja calmo, tranquilo, e que talvez possa transmitir um pouco quem você é.
  2. Deixe o telefone de lado! Assim como em um encontro presencial, no virtual não é educado ficar dividindo a atenção.
  3. Não se exija tanto com a aparência. Estamos todos em casa, e não há problema em estar mais casual durante o encontro.
  4. Combinem de fazer alguma coisa juntos, como ver um filme ou fazer uma refeição ao mesmo tempo.

E aí, pronta para o seu primeiro encontro virtual?

Marcou seu encontro virtual? Que tal fazer um drink bonito para acompanhar?

Tags from the story
,
More from Marina Simão

EAMR Guia de Presentes – Dia das Mães

O Dia das Mães foi oficializado na década de 1930 aqui no...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *