Dia Mundial do Vegetarianismo: 5 documentários para te mostrar como mudanças em nossos hábitos podem melhorar o planeta

Hoje dia 1 de Outubro comemora-se o Dia Mundial do Vegetarianismo. Estabelecido em 1977 pela Sociedade Vegetariana Norte Americana, e celebrada todos os anos é uma data muito importante para chamar a atenção da sociedade e trazer a reflexão sobre os problemas de saúde e ambientais causados pelo consumo de carne.

A seguir, 5 motivos para te mostrar como mudanças em nossos hábitos podem melhorar o planeta: 

 Forks Over Knives-Troque a faca pelo garfo 

Forks Over Knives-Troque a faca pelo garf o não é um documentário vegano ativista e que fala sobre os direitos do animais.

E sim, um documentário que aborda um dos nossos grandes problemas atuais: os graves problemas de saúde causados pelo consumo de alimentos de origem animal. 

Mesmo com toda a tecnologia médica mais avançada do mundo, estamos mais doentes do que nunca, principalmente os mais jovens. 

Earthlings (Terráqueos)- 

Escrito, dirigido e produzido pelo ambientalista estadunidense Shaun Monson e narrado pelo ator vegano Joaquin Phoenix,  Earthlings-Terráqueos é um documentário que mostra a verdade nua e crua por trás da produção de carnes, laticínios, roupas e calçados. 

Pesado e chocante, o filme traz informações e imagens impactantes sobre espécies usadas como entretenimento e cobaias em laboratórios farmacêuticos e da indústria da beleza.

Meat the truth (Uma Verdade mais que Inconveniente)

Retratando as consequências do consumo da carne em relação ao meio ambiente, Meat the Truth aponta a pecuária como o principal responsável pelas alterações climáticas. 

Nem mesmo todos os meios de transporte do planeta juntos, fariam esse estrago. 

Abordando questões sócio-político-econômicas como questão alimentar, Meat the Truth nos surpreende quando prova que a fome no planeta está diretamente ligado à pecuária.

Speciesism (Especismo)

De modo similar ao sexista e ao racista, o especista acredita que a vida de um membro da espécie humana, pelo simples fato do indivíduo pertencer à espécie humana, tem mais peso e mais importância do que a vida de qualquer outro animal. 

Com um um consenso mais criterioso entre pesquisadores, biólogos, filósofos, professores de direito, advogados e escritores que defendem os direitos dos animais, Speciesism nos traz essa reflexão e o debate sobre esse tema. 

Glass Walls (Paredes de Vidro)

Muito conhecido pela famosa frase: “Se os matadouros tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos”, Glass Walls é um documentário narrado por Paul MacCartney que relata, como os animais criados para atender a demanda da indústria passam por muitas situações de sofrimento. 

Exemplo disso é a realidade de frangos e perus, apontados como os animais que mais sofrem nesse mercado.

Com apenas 13 minutos de duração, Glass Walls toca em nossa ferida e diz: “Somente o preconceito permite a qualquer um pensar que existe diferença entre maltratar um gato e maltratar uma galinha, ou maltratar um cachorro e maltratar um porco.”

More from Marina Simão

Dia Internacional da Amizade – Quem tem bons amigos tem tudo

O Dia Internacional da Amizade é comemorado no dia 30 de julho....
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *