Sentimentos nostálgicos nas passarelas de moda internacional 2018

Sentimentos nostálgicos nas passarelas de moda internacional 2018

Pode ser porque meu tempo aqui em Londres está prestes a acabar e estou cheia de vários sentimentos, mas estou sentindo uma onda forte de nostalgia nas passarelas do último mês de moda. Independente da cidade, cada fashion week incluiu coleções que falam para minha geração; jovem demais para se identificar com a geração X e mesmo fazendo parte da geração millennial (em termos técnicos), estou bem na fronteira da classificação. Eu me senti 100% representada nos desfiles da Primavera.

Sentimentos nostálgicos nas passarelas de moda internacional | EAMR

Vi minha infância e pré-adolescência inteiras passar em frente aos meus olhos. Desde jaquetas Meu pequeno pônei na Moschino, a logo mania voltou com força catapultando o F de Fendi e o G de Gucci para campo cool mais uma vez. Na Burberry, o famoso xadrez assumiu sua reputação brega, e em fazendo isso se tornou street e atual! 
Tivemos referências grunge na Miu Miu, Stella MacCartney nos trouxe jeans com uma lavagem ácida. Old Skool estampas gráficas na Versace, chora J.Lo. Tivemos bermuda de ciclista, sandália Jelly, eu poderia continuar.

Tragam as supermodels de volta!

O desfile mais notável foi a volta para a passarela das supermodels originais, Cindy Crawford, Claudia Schiffer, Carla Bruni, Naomi Campbell e Helena Christensen se reuniram para recriar o desfile Versace de 1992, lembrando o aniversário de 20 anos do assassinato do fundador da marca Gianni Versace.

Sentimentos nostálgicos nas passarelas de moda internacional 2018

Sentimentos nostálgicos nas passarelas de moda internacional 2018 Sentimentos nostálgicos nas passarelas de moda internacional 2018

Em tempos de incerteza, é natural procurar conforto no familiar, e o mundo da moda não é o único lugar em que estamos vendo isso, a cultura pop está passando por um fenômeno paralelo, você só precisa assistir Stranger Things na Netflix para ver isso. Será que é a expressão de um desejo por tempos mais simples antes do smartphone, antes da conexão 100%. ou será que o círculo de moda completou 30 anos e quem consumia a cultura, ainda criança, está agora criando a cultura. Quer dizer que agora somos vintage?

More from Eliza Rinaldi

Drink da semana: Cooler de Pepino Zero Ressaca

Psiuuuuu que tal um drink que é à prova de ressaca? Segundo...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *