Os 5 dos 6! O que eu aprendi nos 6 meses do bebê

Os 5 dos 6! O que eu aprendi nos 6 meses do bebê | EAMR

O Gael comemorou seu sexto mêsversário no domingo e dessa vez a sensação é bem diferente, é como se a gente tivesse graduado do caos que vem com o status “Pais de bebê pequeno” a algo mais estável. É verdade que ele está evoluindo e mudando a cada dia, mas aqui em casa temos um ar de sobrevivência, como se a vida estivesse se encaixando no nosso novo “normal”. Temos nossa rotina e nosso filho lindo e estou ciente de que o tempo voa, então quero aproveitar cada minuto, animada para ver o que os próximos 6 meses vão trazer. Por agora, aqui vão minhas 5 coisas dos 6 meses do Gael:  

1. Berçário

Como um bom brasileiro, o Gael só começou no berçário depois do carnaval e, para ser sincera, mal podia esperar esse momento! Balancei minha cabeça sem dizer nada a todo mundo que falou como ia ser difícil deixá-lo e como eu ia ficar com o coração partido. Não tive a menor dúvida de que o Gael ia adorar brincar e gastar energia, não tive a menor dúvida de que eu ia conseguir render muito mais no trabalho sem dividir minha atenção e que seria uma mãe melhor quando estivesse com ele ao meu lado. Estava certa em todos os casos!   

2. Papinha!!!

Depois de 6 meses tomando só leite materno, chegou a hora do menino comer! Estou empolgada com esse próximo passo cheio de sujeira. Mas assumo que esse momento invocou uma sensação que não esperava, um leve sentimento de perda por não ser mais a única fonte de alimentação dele. Mas vamos em frente, estamos a postos, babadores de plástico prontos!

3. Não para quieto

Os dias de deixar o bebê deitado no meio da cama enquanto fazia algo rápido já foram! Ele vira, ele volta, ele transforma toda superfície em bateria e ele aperfeiçoou o engatinhar do comando, também conhecido como arrastar pelo chão de barriga! Ninguém mais segura esse bebê!

4. Um cantinho para chamar de seu!

Senhoras e senhores, o Gael finalmente foi para o seu quarto e para o berço! Mais um momento esperado! Mesmo com a ansiedade das primeiras noites, acordando esporadicamente para checar se a babá eletrônica estava funcionando, é tão lindo ver ele dormindo e acordando no espaço dele – e também poder ir dormir sem ter que escalar a cama no escuro e em silêncio para não acordar o bebê!

5. Especialista em coisas que eu nunca soube que existia

Nos 6 meses desde que virei mãe, desenvolvi um conhecimento e um vocabulário de coisas que não tinha a menor noção de que existiam antes. Agora me vejo habilitada a trocar ideias com mães e futuras mães em assuntos diversos como copos de transição e colares de âmbar!  

More from Eliza Rinaldi

Mama Mio! O que estou fazendo para prevenir estrias na gravidez

Ao engravidar, uma das coisas que mais me deixou preocupada foi essa...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *