Estilista faz história e apresenta o primeiro desfile com modelos de Hijab

NYFW Desfile Hijab

Um dos desfiles mais importantes do NYFW pertenceu à estilista Anniesa Hasibuan, que fez história ao mandar todas as suas modelos para a passarela de Hijab. 

Em tempos de intolerância e preconceito, em que a palavra “muçulmano” virou quase intercambiável com “terrorista” no vocabulário de muitas pessoas, essa foi uma iniciativa ousada e libertadora.

Muitos acham que o Hijab é um símbolo de opressão; para algumas mulheres pode ser verdade, mas para outras, de vários países do mundo, é um item vestido por motivos de cultura e de religião. O motivo pelo qual usar ou não, não tem nada a ver com a gente; ninguém tem o direito de julgar ou proibir a escolha, a mensagem importante é de respeito. Faz poucas semanas que surgiram as imagens famosas de uma mulher sendo obrigada, por quatro policiais armados, a tirar seu burquini numa praia no sul da França, demonstrando de forma marcante a intolerância e a violação de diretos humanos.

 Voltando para os EUA, onde os norte americanos vivem à sombra da ameaça de uma América de Trump, a apresentação da estilista de origem indonésia foi aplaudida, recebida com muito entusiasmo e carinho na New York Fashion Week, recebendo até ovação de pé.

NYFW Desfile Hijab

 A coleção foi composta de 48 looks, 38 peças pronta-para-vestir e 10 vestidos de festa, todos completos com lenços de cabeça. A paleta de cores incluía dourado, marrom, pêssego e verde e os tecidos foram ricos e tradicionais, cheios de aplicações e renda, inspiração de seu país nativo: 

“Famosamente conhecida por seu estilo único que reflete a diversidade cultural, a capital da Indonésia inspira Anniesa, mais uma vez, a apresentar uma outra cara marcante de deslumbrantes mosaicos étnicos indonésios”, anunciou post no Instagram divulgando o desfile no NYFW.

NYFW Desfile Hijab

Hasibuan começou a carreira há pouco mais de um ano, mas já demonstrou uma voz coerente que impactou a cultura de moda internacional, fundamental para começar a quebrar estereótipos e desmistificar conceitos equivocados. Mas ela não deve ser elevada a poster child da moda mulçumana: é uma estilista que apresentou sua coleção de maneira autêntica a suas inspirações, influências e cultura, e uma linda coleção. 

Tags from the story
, , ,
More from Eliza Rinaldi

O Que Você Faz? com Roxy Alamouti e seu Supper Club, The Little Edamame

O fenômeno de restaurante pop up em casa residencial – como minha...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *