Livros para gestantes: os 5 livros de maternidade que me ajudaram a superar a gravidez e o início da maternidade!

Livros para gestantes: os 5 livros de maternidade que me ajudaram a superar a gravidez e o início da maternidade! | EAMR

Logo no início da minha gravidez, eu resolvi ser uma boa jornalista e pesquisar e me informar sobre o assunto. Fui atrás de informação online e fui para a livraria pronta para comprar livros lindos e informativos para me orientar. Quando cheguei na prateleira “maternidade”, fiquei assustada de ver o que parecia variações do mesmo livro, com um médico de jaleco sorrindo na capa. Esse abordagem do “médico que sabe tudo” não ressoou em nada comigo e pensei que palavras chave precisaria para achar livros alinhados com o tipo de experiência de maternidade que eu queria. Com minha experiência em mente, resolvi montar uma lista dos livros que comprei e fui presenteada e o valor que vi em cada um deles. Alguns são nacionais, outros de fora, espero que ajudem!

Minhas dicas de livros para gestantes são:

Parto Com Amor:

Livros para gestantes: os 5 livros de maternidade que me ajudaram a superar a gravidez e o início da maternidade! | EAMR

Esse foi o primeiro livro que comprei e me passou uma sensação de segurança e acolhimento. Conta a trajetória percorrida por nove mães – entre elas a autora – para conquistar o parto desejado. Seus medos, fraquezas e dificuldades estão aqui expostos da mesma forma simples e sincera com que suas alegrias e vitórias são compartilhadas. O instante do nascimento, as horas que o antecederam e os primeiros momentos de vida do bebê são eternizados em fotos que transbordam emoção. No final de cada capítulo há respostas às perguntas que surgiram de cada parto. O livro é nacional e mais especificamente de São Paulo. Os relatos são variados, entre partos domiciliares, maternidades e casas de parto, o fio condutor é a vitória de cada mulher em conseguir ser a protagonista do próprio parto.

Para educar crianças feministas:

Livros para gestantes: os 5 livros de maternidade que me ajudaram a superar a gravidez e o início da maternidade! | EAMR

Chimamanda Ngozi Adichie, autora do TED Sejamos todos feministas, apresenta um manifesto com quinze sugestões de como criar filhos dentro de uma perspectiva feminista. No formato de carta da autora a uma amiga que acabara de se tornar mãe de uma menina, Para educar crianças feministas traz conselhos simples e precisos de como oferecer uma formação igualitária a todas as crianças, o que se inicia pela justa distribuição de tarefas entre pais e mães. E é por isso que este breve manifesto pode ser lido igualmente por homens e mulheres, pais de meninas e no meu caso, de um menino. Partindo de sua experiência pessoal para mostrar o longo caminho que ainda temos a percorrer, Adichie oferece uma leitura essencial para quem deseja preparar seus filhos para o mundo contemporâneo e contribuir para uma sociedade mais justa. Um leitura rápida e fofa que me encorajou bastante.

Shattered: Modern Motherhood and the Illusion of Equality (Quebrada: Maternidade moderna e a ilusão de igualdade)

Livros para gestantes: os 5 livros de maternidade que me ajudaram a superar a gravidez e o início da maternidade! | EAMR

Neste livro, a jornalista britânica Rebecca Asher faz a pergunta: Se vivemos em uma época de igualdade, por que as mulheres ainda são as responsáveis pelo bebê? Hoje em dia, pela maior parte, existe a possibilidade de mulheres terem carreiras bem sucedidas e entrar em relacionamentos nos seus próprios termos. Mas quando se tem filhos, suas ilusões de igualdade são quebradas como se tivessem entrado em uma máquina do tempo que as transporta para os anos 50. Li esse livro quando ainda estava grávida e ele realmente tratou das minhas preocupações com as desigualdades que ainda existem entre homens e mulheres no trabalho, na casa e nos relacionamentos, e apresenta um manifesto ousado para uma vida familiar mais plena. A primeira parte do livro traz uma certa indignação, mas logo propõe soluções. Recomendo muito!

Os filhos da mãe:

Livros para gestantes: os 5 livros de maternidade que me ajudaram a superar a gravidez e o início da maternidade! | EAMR

Esse livro da psicóloga Marcia Neder me chamou atenção, não só pelo titulo incrível, mas pelo assunto que abordou: o sacrifício na maternidade.    

Ser mãe ou ser mulher? Ser “boa mãe” tornou-se uma obrigação para a mulher, sinônimo de “sacrifício” e “doação”, quanto mais sofrimento ela for capaz de suportar, “melhor mãe” prova ser. Quantas mães se orgulham de terem passado horas sofrendo durante o parto normal? Quantas parecem se gabar de terem abandonado seus trabalhos e suas atividades de lazer para se dedicarem aos filhos em tempo integral e recriminam aquelas que colocam as crianças em creches, pois acham que cabe à mãe o seu cuidado? Esse foi um tema bastante pessoal que estava enfrentando na minha gravidez. Com um texto muito bem trabalhado e lançando mão de relatos pessoais que ilustram diversas situações, o livro aborda com profundidade a questão do papel da mulher na sociedade.

Truly Happy Baby … It Worked for Me:

Livros para gestantes: os 5 livros de maternidade que me ajudaram a superar a gravidez e o início da maternidade! | EAMR

A practical parenting guide from a mum you can trust (Um bebê verdadeiramente feliz…Funcionou para mim: Um guia prático para criar crianças de uma mãe em quem você pode confiar)

Assumo que quando recebi esse livro, da apresentadora inglesa Holly Willoughby, não me interessei muito, acho que foi porque durante minha gravidez estava muito focada no parto e nas mudanças de vida, e logo que o Gael nasceu estava deixando as coisas fluir. Só comecei a ler recentemente e me surpreendi positivamente. Está sendo o livro mais mão na massa agora, que o Gael está crescendo e tem mais rotina. Willoughby tem 3 filhos e 3 experiências diferentes e ela sabe que um estilo parental de tamanho único não funciona. Ela dá dicas, conselhos e informação com a intenção de capacitar mães a confiar nos seus instintos nos primeiros 12 meses da vida do bebê, com capítulos de amamentação, sono e bem estar.

Eliza Rinaldi

"Em assuntos de grave importância o estilo, não a sinceridade, é a coisa vital." Oscar Wilde

Comments are closed.