Guia cool de Paris – Canal Saint-Martin

Guia cool de Paris - Canal Saint-Martin

Paris, a cidade do amor, o lugar onde a palavra chic nasceu, mas para quem acha que o ponto alto de passar alguns dias em Paris é comer pomme frite e um bom vinho em um restante hiperinflacionado com vista da Toure Eiffel, está realmente perdendo! Se tiver coragem de sair da trilha mais touristique, há vários bairros ou arrondissements, onde você pode encontrar uma vibe mais cool.

Nos últimos 5 anos a área ao redor do Canal Saint-Martin, situado no décimo arrondissement se estabeleceu como um dos lugares mais trendy para os profissionais criativos locais. Frequentado por estudantes, artistas, moradores e claro alguns turistas.

Nos fins de semana ensolarados, famílias e casais caminham pelas margens desses canais de quase duzentos anos de história, que estão se transformando rapidamente em um pequeno centro de butiques independentes, particularmente na Rue Beaurepaire e Rue de Marseille.

Se seu assunto é comida, você não vai se decepcionar!

Guia cool de Paris - Canal Saint-Martin

Na Rue des Vinaigriers, você encontrará Cafe Craft, completamente ambientado com um design de interior premiado e wi-fi grátis, Cafe Craft atrai um público hipster, mas mesmo assim, o café é muito bom e o ambiente bem agradável.

Na mesma rua os veganos podem comer sem preocupação no Sol Semilla, onde tem uma seleção de batidas, sucos, sopas e refeições veganos. 

23 rue des Vinaigriers, Paris, 75010

Quem quer aproveitar um almoço às margens do canal pode tentar os burritos mexicanos autênticos no El Nopal, ou fish and chips para viagem no The Sunken Chip

Sem esnobar quanto aos bistrôs tem os conhecidos  Restaurant Philou e Chez Prune.

Guia cool de Paris - Canal Saint-Martin

Ou meu preferido, Le Comptoir Général que é um espaço criativo, galeria, restaurante e brechó que tem acesso através de um beco escondido.

Independente do seu gosto, se você estiver procurando algo diferente o Canal Saint-Martin tem algo para você.

Eliza Rinaldi

"Em assuntos de grave importância o estilo, não a sinceridade, é a coisa vital." Oscar Wilde