Calvin Klein aplaude diversidade de idade em seu comercial mais recente

Calvin Klein aplaude diversidade de idade em seu comercial mais recente | Estilo ao Meu Redor

A Calvin Klein é conhecida por produzir os mais icônicos comerciais dos anos 90, lembra daquele estreando Kate Moss e Mark Wahlberg?

Mais recentemente a marca aproveitou a volta da estética ‘90s e reassumiu seu lugar de primeiro plano no mundo “cool” com sua campanha para o Verão 17 cheia de jovens celebridades e dirigida para as mídias sociais.

Mas desde que o estilista Raf Simons se juntou à grife no final do ano passado, as campanhas tem tomado uma outra direção. Uma delas, a campanha de Women’s Wear, chamou atenção por ser provocativa, mas de uma maneira refrescante: Diversidade de idade.

Dirigida por Sofia Coppola, o comercial, lançado no Instagram, destaca mulheres entre os idades de 18 e 73, com Lauren Hutton assumindo o papel da mais madura. Também aparecem no comercial Kirsten Dunst, as atrizes Laura Harrier, Rashida Jones e Nathalie Love, e jovens parentes de famosos como Maya Hawke (filha de Ethan Hawke e Uma Thurman) e Chase Sui Wonder (sobrinha de Anna Sui).

Calvin Klein ou nada

A campanha gravada em preto e branco tem vibe vintage e mostra as mulheres se reclinando em suas roupas íntimas Calvin Klein. A marca descreveu o comercial de ”Vinhetas do que é ser uma mulher moderna, destacando 7 mulheres singulares entre as idades de 18 a 73. Calvin Klein ou nada.”

A marca também postou um vídeo de Dunst, 34 anos, no Instagram em que ela fala do “defeito que ela aprendeu a amar.”

Falando direto a sua amiga Coppola, diz: “Você sabe, uma coisa que eu lembro sempre de trabalhar com você, Sofia, é que você gostava do meus dentes. E me lembro de fazer um outro filme depois, e eles disseram ‘você precisa mudar seus dentes’. Eu nunca mudei.”

A campanha é a mais diversa da Calvin Klein até agora e uma que destaca as particularidades do elenco lindamente.

Imagens: Cortesia de Calvin Klein

Eliza Rinaldi

"Em assuntos de grave importância o estilo, não a sinceridade, é a coisa vital." Oscar Wilde