Arte neon em Londres – God’s Own Junkyard

Arte neon em Londres - Gods Own Junkyard

Escondido em uma despretenciosa zona industrial no nordeste de Londres, God’s Own Junkyard, em português, a Sucata própria de Deus, é um verdadeiro paraíso para os aficionados da arte neon. Entrar na loja traz a sensação de estar em um mundo paralelo lúdico entupido de neon! Não é uma coincidência que o galpão está sempre sendo usado para gravações de videoclipes e sessões fotográficas para revistas referência como Vogue.

Arte neon Londres - Gods Own Junkyard

Uma coisa que é verdade, é que é difícil resistir ao neon e nada traz um toque kitsch para seu décor como um letreiro em luzes!

Pode ser considerado brega por algumas pessoas, mas ninguém discute que ele tem uma habilidade mágica em transformar espaços. Além de chamar a atenção, o neon evoca um senso do proibido, talvez por ter sido utilizado em puteiros e shows de burlesco os longos dos anos.

Aqui você encontra neon novo e usado, placas garimpadas, neon vintage, antigos adereços de filmes e outros neons retros, arte em neon feita de objetos achados e garimpados de caçambas, iluminação de circos e de feiras de diversão, nada é desprezado para estes colecionadores e artistas da luz.

Arte neon Londres - Gods Own Junkyard

Hoje em dia o Neon está na moda e God’s Own Junkyard já vendeu peças para Grayson Perry, Jamie Oliver, Daisy Lowe, the Beckhams, Kate Moss e Lady Gaga, entre outros eles fizeram placas para os filmes Batman de Tim Burton e De olhos bem fechados de Stanley Kubrick. Eles fazem uma exposição anual para a famosa loja de departamento Selfridges em Londres

O Chris Bracey foi o “Homem Neon” durante 37 anos, criando artes icônicas para David la Chappelle, Martin Creed e outros e ganhou seguidores cult em Londres E Los Angeles. Mas o negocio é familiar, desde que o Chris faleceu de câncer, há dois anos, sua mulher Linda (o nome dela, que também é linda) e seus dois filhos Marcus e Matt dão continuidade a esse incrível legado.

Arte neon Londres - Gods Own Junkyard 02

“Chris sempre nos ensinou que independente do que aconteça você se levanta, sacode a poeira e continua com o trabalho, sabendo que estamos fazendo o que eu queria ajuda lidar com a dor da perda” diz a Linda.

Os filhos também eram bem preparados para assumir o trabalho sendo criados vendo o pai trabalhar, bem como o Chris foi criado no meio do trabalho do pai dele, que abandonou a vida de minerador no País de Gales para começar a fazer o neon.

Nos primeiros dias, muitos clientes eram os cafetões do Soho, o bairro famoso pela prostituição em Londres. Muitos vezes eles não tinham a menor noção do que eles queriam, e assim o jovem Chris tinha uma mão livre para criar e desenvolver seu gosto pela arte em neon.

Enquanto existir arte neon em Londres, o God’s Own Junkyard a tem feito, coletado e vendido. Se tiver em Londres super vale uma visita, e quem sabe se você acaba voltando com uma bagagem de mão extra!

Eliza Rinaldi

"Em assuntos de grave importância o estilo, não a sinceridade, é a coisa vital." Oscar Wilde