5 maneiras de praticar autocuidado e minimizar o estresse na reta final do ano

5 maneiras de praticar autocuidado e minimizar o estresse na reta final do ano | EAMR

Estamos na reta final do ano e já começou aquela loucura que é terminar todos os projetos pessoais e profissionais que prometemos terminar até o fim do ano. E eu já estou sentindo a pressão! Com os projetos de trabalho começando a pegar ritmo (eba) e uma viagem planejada para o natal, além da adaptação do pequeno em casa, diria que estresse é quase inevitável. Se antes eu conseguia chegar ao fim da minha lista de tarefas e ter um tempo para relaxar, agora o trabalho parece interminável. Ter filho e negócio próprio, não sobra muito espaço para descanso. Na semana passada fiquei doente e realmente me dei conta de que estava quase me matando tentando fazer tudo. Comecei a sentir a necessidade de mudar hábitos que estavam me deixando mal. Montei minha lista de 5 dicas que estou tentando implementar na minha vida para sobreviver até o fim do ano.

5 maneiras de praticar autocuidado e minimizar o estresse:

1. Escolha a que renunciar

Renunciar não é algo que gosto de fazer, mas depois de uma conversa na outra semana percebi que enquanto não abrisse mão de algumas coisas na minha vida, estaria fazendo tudo pela metade, além de me estressar. Resolvi priorizar as áreas mais importantes da minha vida neste momento e focar minha energia. Não dei conta das pequenas tarefas domesticas que estavam me deixando sobrecarregada e tirando tempo do meu trabalho, e como eu cuido da minha agenda de trabalho, isso estava tenho consequências drásticas na minha produtividade. Eu gosto de ter tudo organizado e limpo em casa antes de começar a trabalhar. Mas se tiver 30 minutos para render, não vou mais lavar a louça antes de começar.

5 maneiras de praticar autocuidado e minimizar o estresse na reta final do ano | EAMR

2. Peça ajuda

Esta dica parece mais fácil do que realmente é. Eu tento fazer tudo sozinha por diversos motivos: não quero incomodar, é mais fácil fazer do que explicar como fazer, ou vai ser corrido, mas dá para fazer. Resolvi começar a pedir ajuda sem vergonha. Não é porque fisicamente consigo fazer uma certa coisa sozinha que significa que preciso, principalmente dentro de casa. Não sou Super Mulher, nem pretendo tentar ser. Eu me recuso a me orgulhar do meu próprio martírio. 

3. Aprenda a dizer não

Não deixe pessoas te “alugarem”. Nosso tempo é precioso, mas sempre tem alguém querendo um pedaço dele. Pode ser uma conversa por telefone que você não tem tempo para ter, ouvir uma fofoca ou reclamação de outro que traz uma energia negativa para seu dia, ou aquele famoso favorzinho, que só vai levar uma meia horinha. Se não cabe no seu dia, não tenha vergonha de dizer não. Eu gosto de poder ajudar outros e apoiar amigos, claro, mas para fazer isso, eu tenho que estar inteira, faço isso cuidando de mim mesma.  

5 maneiras de praticar autocuidado e minimizar o estresse na reta final do ano | EAMR

4. Exija um tempo a sós

Achar um tempo na sua rotina para estar completamente sozinha, tomar um banho demorado, meditar, o que seja. Se você quiser deixar de sair num sábado e ficar em casa fazendo suas coisas, direito seu! Ter este tempo para você sem o barulho de outros serve para renovar energias e reavaliar planos e objetivos.

5 maneiras de praticar autocuidado e minimizar o estresse na reta final do ano | EAMR

5. Ler um livro não relacionado a trabalho

Eu adoro ler, mas assumo que recentemente sinto quase culpa por ler algo que não tenha a ver com trabalho. Penso, se estou com energia para ler, deveria estar trabalhando ou estudando. Isso foi um grande erro! Ler te proporciona escape do mundo atual de uma maneira que nenhuma série consegue. Deixe a criatividade fluir! Você pode até se surpreender e voltar para seu trabalho cheio de soluções inovadoras e novas ideias!

Eliza Rinaldi

"Em assuntos de grave importância o estilo, não a sinceridade, é a coisa vital." Oscar Wilde

Comments are closed.