5 de 5! As 5 coisas que aprendi no quinto mês do bebê

5 de 5! As 5 coisas que aprendi no quinto mês do bebê | EAMR

Agora estou começando a entender o que todo mundo quis dizer sobre o tempo passando rápido! Nosso menino está crescendo! A roupa que ganhamos que parecia enorme para nosso bebê recém-nascido, guardada na gaveta para o futuro, agora está cabendo nele! Parece que cada passo como mãe vem com suas próprias preocupações e uma pitada de culpa. O fato de que o google já completa sua frase obscura de pesquisa antes de você digitar serve como prova de que muitas outras mães estão no mesmo caminho de aprendizagem.

1. Leite vai e leite vem

Um dos desafios mas fortes desse início de ano está sendo tirar leite em preparação para a entrada do Gael no berçário. Até o final do ano, estava trabalhando com o Gael ao meu lado, que foi uma loucura pura, mas um lado positivo foi a facilidade de dar de mamar, eu tinha bastante leite e não me preocupava. Minhas primeiras semanas pós-férias foram uma corrida de visitas ao berçários, planilhas de logísticas, trabalho e claro, a nova tarefa de tirar leite junto com a preocupação de que não vai ser suficiente.

2. Gritos agudos e personalidade

Ele grita quando está feliz, grita quando não consegue o que quer; grita quando está com raiva e quando tiramos coisas da mão dele. Esse menino sabe o que quer e sabe chamar atenção!

3. Rotina é vida

Depois da viagem, eu aproveitei o fuso horário para começar a colocar o Gael para dormir mais cedo. Antes ele costumava ficar com sono entre 21:30 e 22h, muito tarde para meu gosto. Senti que não tinha tempo livre à noite sem bebê. Agora ele dorme às 20:30 e tem horários aproximados de soneca de manhã e tarde. Isso simplesmente revolucionou minha vida!   

4. Tudo vai para a boca

Não tem muita mudança em relação ao mês passado, tudo é vivido e experimentado com a boca, brinquedos, papel, roupa e sim, meu celular é sem dúvida um objeto de escolha!

5. Sobre ser uma família

Dei conta esses dias que antes a gente era um casal, depois éramos duas pessoas tentando ajustar e lidar com as mudanças de criar um bebê novo, agora somos uma família de 4 (a Pitchu também faz parte) e mesmo com todos os desafios, está sendo gostoso demais!

Eliza Rinaldi

"Em assuntos de grave importância o estilo, não a sinceridade, é a coisa vital." Oscar Wilde